terça-feira, 14 de outubro de 2008

Se eu fosse...


... uma jornalista.
O jornalista de imprensa informa por medida - que são os caracteres. Eis a profissão que sempre sonhei e nunca quis... até há um ano. Fazendo as contas, atrasei-me 10 anos. E dez anos dá para tanta coisa, meu deus. Em dez anos cresceram-me as mamas, tive um filho, passei de punk a sofisticada pobre, deixei de ser tão tímida e até conheci a Eslováquia (quem se lembra de ir à Eslováquia?). Só não deu para perceber que era jornalista que queria ser. Andei mesmo distraída...




3 comentários:

Ana Patrícia disse...

Agora já sabes e isso é que importa!
Belo post sim senhora! Um dos melhores :)

Pst! Adorei o " sofisticada pobre" LOLL

Margarida disse...

olhe q se perdeu então uma dietista oficialmente... mas caramba, foi por uma boa causa, ganhou-se uma jornalista!! ;)
ah e "pobre" mas spr com estilo, e melhor ainda, feliz!! ehehe bjs*

Senhor Albano disse...

...aconteceu SÓ isso na tua vida?

está bem...