segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Conspiração gaulesa

Vejo, leio, respiro França. À parte do meu já mais do que consumado casamento com Itália (ou os seus espécimes, confesso que sou péssima a separar razão e emoção... processem-me.), ando a namorar França, país com o qual tive uns flirts, umas aproximações, uns one night stands... mas que agora, após uns tempinhos, bateu forte e virou paixão. Mas nada que não possa ser conciliado... também diz que isso da fidelidade é coisa démodé (merde, ou merda! Estou a ficar impossível, eu sei!).

Numa viagem fulminante à baixa:

Sr. Maluco - Ah, vocês andam assim é de andarem nisso das discotecas e das boîtes!

E penso: "Boîte". Boîte, França. França, aí tenho de voltar eu. Em breve, c'est une promesse.

1 comentário:

Ana Patrícia disse...

Pst! Anda por aí boa música francesa -embora já não suportem que fale nisto- sempre dá para ires matando a saudade :)

O outro concerto que falhei na semana passada (que mencionei no mesmo post da Ana Moura)era de uma francesa :(

Também gosto muito da cultura francesa mas como tenho interesse por todas as culturas não sou um grande exemplo de fidelidade nesse aspecto. Por mim ía a todo o lado LOL

"Andarem nisso das discotecas e boîtes"... é genial! "Nisso"? Envolve certos maleficios? LOL
Diverte-te muito!! :)