quinta-feira, 21 de agosto de 2008

2 de Fevereiro de 1984

(Desculpa a espécie de plágio, Margarida, mas não resisti!)

Não vou explicar a origem desta foto, porque quem quiser saber vai ter mesmo de dar um pulinho ao blogue Dolce Fare Niente para descobrir. A responsável, a dolce Margarida, tem lá tudo bem esmiuçado!!

Não, Margarida, não resisti: foi amor à primeira vista. (E a parte em que respiras de alívio é esta: não foi amor por ti, mas pela foto!!)

No dia em que nasci, isto passou-se algures no Mundo. E quem me conhece (eu diria que não precisa de conhecer muito) sabe o estranho e exagerado fascínio que eu tenho pelo meu dia de anos. É que é o único que é meu, nos 365 dias e 6 horas definidos no calendário da natureza!! Não consigo imaginar melhor forma de agradecer estar viva, do que festejar, nem que seja comigo própria, o dia em a minha vida começou...

Parabéns, Jamie Livingston. Há (também) que festejar a sua (curta) vida. Dá-me a sensação que o que sou está representado nessa foto e parece-me que já me via num futuro em que eu ainda não era senão um choro mal gritado. Eu sou aquela pessoa no meio... meio "apalhaçada", mas esforçando-se por manter um raio de 50 metros de distância do Mundo. E sempre, sempre... eu diria sempre... em sentido contrário dos outros.

2 comentários:

Ana Patrícia disse...

Já tinha ouvido falar do projecto dele e adorei! Quanto a estares a "plagiar" a Margarida tenho a certeza que ela não se importa.Aliás acho que é quase impossível alguém ler o post dela sobre ele e não ter vontade de escrever. Gostei muito da parte final do teu post. E de falares do teu fascínio pelo teu dia de anos.
Beijinhos

Margarida disse...

Por quem sois, alina baloé! é um gosto e um orgulho ser citada n teu blog! eheheh obrigada!és mt querida!
e acho q tens razao em relação ás fotografias, parecem adequadas...! bjinhos****