terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Porque me faz sentido...

«Um escritor nunca esquece a primeira vez em que aceita umas moedas ou um elogio a troco de uma história. Nunca esquece a primeira vez em que sente no sangue o doce veneno da vaidade e acredita que, se conseguir que ninguém descubra a sua falta de talento, o sonho da literatura será capaz de lhe dar um tecto, um prato de comida quente ao fim do dia e aquilo por que mais anseia: ver o seu nome impresso num miserável pedaço de papel que certamente lhe sobreviverá. Um escritor está condenado a recordar esse momento pois nessa altura já está perdido e a sua alma tem preço.»

Carlos Ruiz Zafón em O Jogo do Anjo.

Um livro que gostava de ter debaixo da árvore de Natal. (Vá lá, ainda têm 24 horas para irem comprá-lo! Hihi)

2 comentários:

Ana Patrícia disse...

Escolheste uma bela parte! Dá mesmo vontade de ler! Já tinha ouvido falar bem do Sr Zafón mas até ao momento ainda não li nada desse senhor MAS TENHO VONTADE!
E SE FAZ FAVOR CARO LEITOR DO BLOGUE: Coloque a obra deste senhor no sapatinho da minha miga!!
ehehe esta vai pegar de certeza. Depois diz-me.
Feliz Natal! Bjinhs

Margarida disse...

FELIZ NATAL, Alina!! espero que tenhas recebido esta e muitas mais prendinhas bonitas!! Tu e o teu pequeno...e vá td o clã baloé tb!!;) sbs q tou a brincar! muitos beijinhos****