quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Quais são as probabilidades?

De ires ao centro de saúde e a tua médica estar com um estagiário giro que se farta?
Pelos vistos, muitas.

A considerar, uma pequena lista de «not to do things», que partilho depois de ter aprendido com os meus próprios erros:
1- Vestires o polo da Quechua, por mais quente que precises de ir.
2- Deixares os caracóis versão wild, por menos que te apeteça pensar no cabelo.
3- Lavares a cara com sabão e está a andar.
4- Levares aspecto de quem anda com febres há dias, mesmo que andes com febres há dias.
5- Teres na mão um pequeno lencinho onde guardas o ranho.

Depois, controlem-se. Quando ele vos enfia a espátula pela boca a dentro e diz:
- Faz «Ahhhh».
Ou pega no estetoscópio e se sai com um:
- Tira a camisola e respira fundo.
Garanto-vos: ele só está a seguir os procedimentos básicos da medicina familiar e não a fazer-vos propostas indecentes. Ai, mente mais distorcida, a minha.

Conclusão: aquele estagiário nunca será meu. A única coisa que me consola é que eu tinha o meu melhor soutien vestido.

3 comentários:

Panda disse...

LOL
É assim um bocadinho horrível quando isso acontece. Uma pessoa pensa mesmo que não lhe vai sair nenhum jeitoso na rifa, mas já eu a última vez que tive de passar uma noite no Hospital, entrei lá de pijama e tudo e o médico também era muitoooo bom!

Paloma disse...

eheheh. Panda, eu desde que pensei:
-«Raista'partam, tens as pernas cheias de pêlos, olha se as partes e tens de ir ao hospital.. é uma vergonha!» - E nesse dia fiz uma rotura de ligamentos e saí do hospital com gesso até ao joelho, tento não me descuidar com os médicos.
1 - o ortopedista era giro
2 - a depilação estava feita

Jackpot! UFAA!

mas pronto. ia desprevenida hoje. ou desesperada de tanta febre!

AP disse...

LOLLLLLLLLLLL adorei ;)