segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Hoje é puro desabafo

Mais um round de T2 para 1,5 que se inicia hoje, mas o pingo doce decide não ter carne picada e dá-me cabo dos planos - que desenhei com mais de 24 horas de antecedência.
Rumo ao Jumbo e já levo meia hora (preciosa meia hora) de atraso. Deixo o um na banheira e o jantar ao lume. Tiro o um da banheira e ponho o jantar no forno. Tomo banho e sinto que ser mãe solteira é quase incompatível com ser sexy. Mas obrigo-me a por os cremes, para o bem dos meus 25 anos. Revemos se os TPC's estão bem feitos. Elogio a letra do um, cada vez mais bonita. Rego o manjerico - a espécie vegetal com menos probabilidades de sobrevivência da minha cozinha mantém-se firme, ao contrário dos "pielas" e "umbrelas", que a esta hora já estão bem instalados no céu - e o empadão ainda ao lume. Hoje não há música nem danças, não apetece. A roupa fica na corda mais um dia. Jantamos. O um não pára de perguntar o que é a coisa cor-de-laranja na comida (leia-se, ovo) e eu passo de meio a um terço. Anoto: próxima série, T2 para um e 1/3. Pergunta repetidamente se já está bom. Já, já está bom. Põe-se a loiça na máquina, deixa-se tudo arrumado para aliviar o amanhã. Sento o rabo no sofá e sinto a noite não dormida a acusar-se-me no corpo. Penso no trabalho, ou na falta que ele me irá fazer. Penso em parvoíces. Venho aqui e desabafo, sem parágrafos, porque na minha vida também estão a escassear. É tudo de seguida e se te cansas, que se lixe, é para seguir em frente. Hoje troco o Sedoxil pelo Diazepam. Posto isto, admito a minha força e relembro que é uma questão de tempo. Vou sobreviver. É o que me dizem. E eu repito: "vou sobreviver, vou sobreviver". Não por papagaíce. Porque acredito. Hei-de ser mais teimosa do que o raio do manjerico.

2 comentários:

Ana Patrícia disse...

Gostei muitooooooooooooooooooooooo :)

Margarida disse...

aliina q eloquencia, brava, bravissima!!:)