domingo, 6 de setembro de 2009

T2 para um e meio: conversas à mesa (Eps.2)

A meio do jantar:

- Um: Mãe, gostava mesmo de ter um irmão.
(Arrepios)
- Meio: Isso agora não é assim... ele não aparece assim.
- Um: Então porque é que não arranjas um namorado?
(Silêncio)
- Meio: Tenho mais do que fazer... e tu também deves pensar que se arranja um bom namorado de um dia para o outro.
(Indignação de um)
- Um: Então, ó mãe, isso é só seres romântica e andares a namoriscar!

Fico aparvalhada. A frase fica presa no cérebro e não me deixa responder com perspicácia.
"Seres romântica e andares a namoriscar", "Seres romântica e andares a namoriscar", "Seres romântica e andares a..."

... sinto que bati no fundo quando os conselhos amorosos vêm de uma criança de oito anos... que ainda por cima saiu de dentro de mim!

- Olha o respeitinho! (É a frase que me ocorre dizer e sim, eu sei que pareci uma mãe de 1935)

Depois, rimos. Como só podia ser.

3 comentários:

Ana Patrícia disse...

Ele é fantástico. Só me ocorre isto...
Bela relação a vossa ;)

Ana Patrícia disse...

Afinal apetece-me dizer mais umas coisitas:

1º Se uma criança, que ainda para mais saiu de dentro de ti, decide dar-te esse conselho é porque quer ver-te a namoriscar e a seres romântica.

2º Parece-me um conselho sensato. Ele quer um irmão e sabe a quem tem de pedir. Sensato!

3º Arrasadoramente genial ver uma criança dizer que deves ser romântica e namoriscar. Com 8 anos já se sabe dessas coisas ;)

4º Ele quer ver-te feliz ao mesmo tempo que realizado com mais um elemento em casa.

Nuno disse...

ahahahah! o puto é demais =D o que ainda me estou a rir com essa conversa eheheheh!