terça-feira, 10 de novembro de 2009

Gosto

Gosto das coincidências da vida. Gosto, sobretudo, das coincidências deste Portugalzinho, sem que o «zinho» exprima qualquer ideia depreciativa mas sim, e somente, a ideia do seu tamanho reduzido. É esta sua característica que me permite reencontrar rostos pelos caminhos que percorro e, já de costas voltadas, seguir com um sorriso na cara.
Obrigada Portugal. Ou obrigada perturbações (constantes) na linha azul do metro, que me obrigam a reformular percursos.

1 comentário:

Ana Patrícia disse...

Também gosto das coincidências e gostei muito do post.

Aproveito para agradecer também à linha azul do metro por ter proporcionado o "tal encontro" e a colocar-te um "sorriso na cara".

Beijinhos

P.S- Querido Metro não te estiques porque é só mesmo isso que a malta agradece.