quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Mas porque é que a gente não se encontra?



A melhor parte de não entenderes é dar-te a possibilidade de (só) sentires.

2 comentários:

Ana Patrícia disse...

Muito bonito!
Bjinhos :)

tania disse...

Acho que andamos em sintonia...este bonito faduncho tocou no meu computador à pouco ... entre memórias de serões na Tasca do Careca e as palavras da mãe...Fado?!...Um dia vais gostar!