segunda-feira, 12 de julho de 2010

T2 para um e meio: coração minúsculo

... pequenino, pequenino!
As saudades que tenho de te ver saltar, de te dar um bom ralhete, uma palmada no rabo fofinho, dos teus braços à minha volta, de rebolarmos pela cama, de ter como música de fundo o canal panda, de fazer vozes parvas, das conversas sem nexo, de cantarmos «Maria clementiiina», de te ouvir reclamar porque tudo o que te mando fazer é uma seca - vai lavar os denteeeees! -, dos teus «amo-te» à hora menos esperada, de estar toda desgrenhada e garantires-me que sou a mulher mais linda do mundo e de perdermos muiiito tempo a ver quem gosta mais de quem: as mães dos filhos ou os filhos das mães.
Pequenino, pequenino: as saudades que tenho de ser mãe!

Trimmm, Triiiimmm

Meio - Macaquinhoooo, estou a morrer de saudades!
Um - Ó mãe, eu é que toue!

Quinze dias no Porto e ele já me fala à morcão. E ainda faltam mais quinze.

2 comentários:

AP disse...

Este post é tramado. Não sou mãe mas não fico indiferente. Foi lindo! Beijinhos para os dois

Nervos em frangalhos disse...

Que vem a ser esta merda de quem é do porto falar à morcão? Ai a minha vida, queres ver... :)