quarta-feira, 15 de setembro de 2010

T2 para um e meio: cabe sempre mais um...

O que faz uma mãe, já de si solteira, quando começa a meter-se com todos os bebés na rua?
1) Começa a deitar pílulas fora e a convidar o namorado para passar as noites em casa. Ele estranha que ela abra a porta com um termómetro na boca, mas passa à acção assim que vê a lingerie nova.
2) Vai para os bares engatar um potencial dador de esperma podre de bebedo que daí a 20 anos vai ter um adolescente a bater-lhe à porta e a dizer:
- Olá, pai.
3) Vai buscar um gato bebé.
Eu não sei que opção escolheriam. Eu, claro está, ponderei a primeira, ameaçei a segunda mas lá me convenci com a terceira.
Por isso, não. A história do novo inquilino não é o meu saldo curto que me obrigou a alojar um Erasmus na sala do T2 - se bem que a ideia não me desagrada assim tanto e, se ele fosse assim super giro, eu até deixava o moço passar as noites de Inverno na minha caminha (sim, porque isto do frio de Portugal consegue ser mais doloroso do que o frio da Suécia, ólarilas!).
Meti numa alhada? Não. É um caso de amor, que no meu coração cabem sempre umas cinco ou seis paixões. Ou não passasse eu o dia todo altamente desconcentrada, desejosa de esganar o raio do bicho com miminhos.
Este, caríssimos e caríssimas, é o novo inquilino do T2. Apresento-vos o tal:
O Sushi. Himself.

Tem dois meses. E o Um está deliciado.

4 comentários:

Miúda-Mulher disse...

Giro! Adoro gatos :-)

A miúda das letras disse...

Tão liiiiiindoooooo!!! Deve ser super brincalhão, não? :P

Paloma disse...

E é, miúda das letras. Esta foto foi praí à 15º tentativa, que o gajo não pára quieto.

miúda mulher: eu também adoooro gatos. Já tive tantos, mas olha que este está entre os meus preferidos!

AP disse...

Eheheheh sabes que achava que poderia ser um gatinho porque sempre falaste muito deles. É muito fofinho!
:) Vai ser uma animação aí eheh :)

(Belo nome ;) )