sábado, 25 de setembro de 2010

Ceci n'est pas un revê

Sonhei que morrias e chorei muito. Acordei em lágrimas. Temo que sejas eterno em mim. E que morras sem o saber.