terça-feira, 11 de agosto de 2009

E pronto:


No dia em que Manuel Subtil se barricou na RTP, soube que o David vinha a caminho. A sensação de então foi de medo, entranhado numa alegria profunda e entusiasmante.

Quando avisei que estava novamente com essa sensação, acabava de assinar a segunda maior responsabilidade que assumi, depois de me ter comprometido a fazer alguém feliz, para o resto da minha vida.

Mas hoje não foi amor de mãe - esse já está totalmente doado ao rapazinho mais lindo do mundo. Foi amor adolescente. Fui ter com o meu Suzuki, como se fosse um primeiro encontro: as borboletas, o embaraço, o entusiasmo, o vigor... a meiguice. Assim:




E depois, viemos o caminho todo a fazer juras de amor, até que a velhice ou o homem do fraque nos separe!

Posso dormir contigo hoje?

(Aproveitem para ver o vídeo oficial, bem mais bonito. O You Tube foi desmancha prazeres...)

2 comentários:

Ana Patrícia disse...

Ora bolas que estava longe de acertar na grande surpresa. Eu achava que começava com "M" porque lembro-me perfeitamente de teres contado, no belo do nosso intervalo, que soubeste que ías ser mãe no dia em que o Subtil se barricou.E essa história ficou-me na memória. Então achei que o "M" seria de "mãe/menino".Mais propriamente que haveria menino nesta história.Mas afinal há um belo de um Swift e essa realmente não acertava LOL. Muito bonito o carro e a música que aqui colocas também. Desejo-te muitos e bons passeios nele.
Adorei a parte das juras de amor e do fraque LOL
Beijinhos

Margarida disse...

chiii paloma, che bella machina rossa hai acquistato!!complimenti!!!:) p quando uma voltinha aqui c as amigas, hein, hein :) fico a espera!!;)